terça-feira, 9 de outubro de 2012

Plano de Salvação - Mensagem da Cruz

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira
que deu seu  filho unigênito,
para que todo aquele que nEle crer  não pereça,
 mas tenha a vida eterna.”  (João.3:16)



 Reflexão sobre o Tema  
O pecado fez separação entre Deus e o homem. Deus havia criado o mundo perfeito e havia comunhão entre o homem e Ele, porém, pela desobediência, o pecado nos tirou de sua presença. A Palavra diz que o salário do pecado é a morte (Rm.6:23). Dessa forma, longe do Senhor estávamos mortos espiritualmente. Porém, o grande amor de Deus, não nos deixou sem esperança, antes porém, enviou o seu filho amado para nos resgatar da prisão a que fomos encarcerados e nos concedeu o passaporte para a vida eterna, (I Pe. 1:19-20).

Amados em Cristo Jesus, o passaporte para a vida eterna é para todos. Só Jesus tem poder para nos conceder essa graça. Só Ele é o caminho, não existem atalhos que nos leve ao Pai. Jesus não faz acepção de pessoas. Ele mesmo disse que não veio senão para os doentes (Mt.9:12). E todos nós somos necessitados da graça de Deus. Muitas vezes queridos, adiamos a nossa decisão porque acreditamos que ao nos decidirmos por Jesus, perdemos a nossa liberdade. Mas, de que liberdade estamos falando? O mundo nos ensina que ser livre é fazer tudo o que queremos. Dessa forma, agimos de conformidade com a nossa vontade.

A nossa vontade, queridos, é uma vontade egoísta, baseada nas nossas necessidades imediatas. Como crianças, que brincam e depois de um tempo se cansa do brinquedo e quer outro novo assim também somos nós. Existe no profundo de nosso ser, uma necessidade tão grande de Deus que nada pode preencher. Por isso, esgotada a brincadeira, sentimos um vazio imenso. Quanto mais nos afastamos dEle, mas nos esvaziamos e nos sentimos infelizes.

Enquanto as coisas estão de certa forma sob controle nos sentimos poderosos e super alguma coisa. Mas e quando de repente, por alguma razão perdemos o controle da situação, como fica a nossa pretensa segurança? E se a morte te vier buscar de sobressalto, você já se perguntou o que pode acontecer? Ora, se em tudo na vida é preciso planejar, fazer uma antecipação para se organizar melhor, porque não, em se tratando da nossa vida espiritual? 

Por que deixar tudo para a última hora, considerando que talvez não tenhamos nem chance de decidir alguma coisa?

A decisão é tão simples, é só dizer sim, é se entregar sem reserva, como uma criança se lança nos braços do pai. Somos tão carentes dessa paternidade. Não fique colocando impedimentos que em nada vão acrescentar em sua vida. Diga sim a Jesus. Ele te ama tanto e deseja fazer parte de sua vida, deixe-o entrar, Ele está à sua porta e bate...Amém!


Imagens Especiais da Aula

 





PLANO DE AULA

Tema:  Plano de Salvação – Mensagem da Cruz
Texto-Base:  João 3:16; 8:12 e Romanos 10:13 

Versículo para memorizar: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu  filho unigênito, para que todo aquele que nEle crer  não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo.3:16)

Objetivos

Levar as crianças a compreender que o pecado de Adão e Eva trouxe separação entre Deus e a humanidade. Ao entrar no mundo o pecado trouxe a morte espiritual a qual todos nós fomos submetidos. Para que sejamos libertos e tenhamos vida plena com Deus novamente, importa saber, que Jesus é o único caminho. É necessário, portanto, o reconhecimento e aceitação do Plano de Salvação de Deus em nossas vidas para termos direito à vida eterna. Somente Ele tem poder para nos conduzir a Deus. Esse caminho é trilhado pelo conhecimento da Palavra e aplicação de Suas Leis.

Introdução

Deus, supremo criador, fez o homem e a mulher para viver uma comunhão plena com Ele. Porém pela sua desobediência (Gn.3:1-7), o pecado entrou no mundo e, consigo trouxe a morte espiritual. (Gn.3:4). Pelo pecado fomos destituídos da graça de Deus a qual necessitamos para viver (Rm.3:23-24). Apesar da nossa condição pecadora, Deus manifestou o seu grandioso amor por nós ao entregar seu único filho para pagar um alto preço na cruz para nos libertar do jugo de Satanás, que pelo pecado nos fez cativo (jo.3:16). A Palavra de Deus nos diz que pelo sangue de Jesus somos lavados e redimidos de nossos pecados (1Jo.1:9). Portanto, só Ele, Jesus, tem poder para nos purificar e nos salvar. Nesse estudo vamos conhecer o Plano de Salvação de Deus para a humanidade.

Procedimento

Apresentação inicial da aula por meio de Slides. Complementar com roteiro de estudo Bíblico e finalizar com ensaio de dramatização sobre o tema e também, atividades de pintura relacionadas.

Contação de História

O que nos separa de Deus é o pecado

As Escrituras Sagradas nos diz que são as nossas nossas iniqüidades  que nos separam de Deus (Is.59:2; Ef.2:1 ). João diz que Jesus veio ao mundo como uma luz, mas a humanidade  preferiu amar as trevas, porque suas obras não eram boas (Jo.3:18-19). Paulo afirma que o pecado nos destituiu da graça de Deus (Rm.3:23). Mas, diz o profeta, nosso coração é enganoso (Jr. 17:9-10) e tenta se justificar. Só Deus é quem verdadeiramente nos conhece e sabe o que está oculto em nós. Portanto,  se ouvirmos o nosso coração e não a voz de Deus, estaremos enganando a nós mesmos diz o apóstolo João (1 Jo.1:8). Quem comete pecado está em trevas (1Jo.3:8). Porém, se o confessarmos Ele é fiel para nos perdoar (1 Jo.1:9).

Jesus  -  A Luz do Mundo

Em João, Jesus é proclamado como a luz do mundo (Jo.1:9). A luz vem para clarear a escuridão (trevas), trazer entendimento (conhecimento) através da Palavra.  A Palavra  de Deus é comparada com uma lâmpada que clareia o caminho (Sl.119:105). A luz é também comparada a um manancial, (Sl. 36:9) que inunda a nossa alma e nos permite refleti-la a tantos quanto estão na escuridão (MT. 5:14-16), como se fossemos um farol. Jesus disse: “quem anda em trevas, não sabe para onde vai (Jo.12:35b). Como filhos de Deus, somos “filhos da luz” (Jo.12:36a). A luz nos permite um melhor entendimento, porque amplia a nossa visão. Sabemos para onde vamos e a quem estamos seguindo, por isso temos tranqüilidade  mesmo diante das dificuldades.  Jesus veio ao mundo para trazer entendimento acerca das coisas de  Deus e do seu grandioso amor (Jo.17:26).

O Caminho para Deus

A Bíblia nos ensina que só há um caminho para Deus, Jesus, pois Ele mesmo diz: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim” (Jo.14:6).  Portanto, não há atalhos, as palavras de Jesus são muito claras. Ele é a ponte que nos possibilita chegar a Deus (1Tm.2:15). A revelação do grande amor de Deus se deu quando enviou seu único filho para morrer na cruz em nosso lugar,carregando sobre si toda a nossa culpa e impedindo que perecêssemos (Jo.3:16). Ao aceitá-lo somos transportados das trevas para a luz (1Cl.1:13), e aceitos como filhos de Deus (Jo.1:12).

A Salvação é um Dom de Deus

A salvação de Deus vem pela graça, não porque tenhamos algum merecimento, mas porque é um Dom gratuito de Deus que independe de obras, isso para que ninguém se glorie (Ef.2:8-9). A salvação, portanto, nos é concedida pela  misericórdia de Deus, para que sejamos justificados e tenhamos direito a vida eterna. (Tito 3:5-7). Não é privilégio para alguns, mas é direito de todos. Por isso, a Igreja que se fecha em si mesma impede que aqueles que estão do lado de fora sejam salvos.

O Caminho da Salvação Passa pela Fé

O caminho para a salvação envolve algumas condições. Primeiro o ato de crer. “Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa” (At. 16:30-31). Então, começa pela fé. A fé vem pelo ouvir a palavra de Deus (Rm. 10:17). É necessário, dessa forma que alguém fale de Jesus. O convite do Senhor é para todos e por isso Ele convida “vinde a mim todos vós que estais cansados e oprimidos e eu vos darei descanso” (Mt.11:28).Portanto, Deus não faz acepção de pessoas (Atos 10:34b).

A Aceitação de Jesus como Único Senhor

A segunda condição, “se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus e, em seu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo” (Rm,10:9). A aceitação é um ato individual de entrega que deve ser verbalizada, confirmando a aceitação de que Jesus é o único Senhor de nossas vidas. Porque, diz a Palavra “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Rm.10:13). Esse ato envolve o reconhecimento da condição de pecador e precede ao batismo “em verdade, em verdade te digo, que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus (Jo.3:3). Esta é a confirmação, uma aliança definitiva para com Deus (Atos. 2:38).

O Batismo em João -  Ato de Arrependimento
 .  
O Novo Testamento apresenta o Batismo através de João Batista, como sendo a representação do arrependimento como forma obter o perdão de Deus (Lc.3:3). João tinha a incumbência de preparar o caminho para que Jesus apresentasse o Plano de Salvação (Lc.2:76-79; Mt.3:11). Além de pregar o arrependimento (Mt.3:7-10), João também batizava nas águas do rio Jordão. Daí a razão dele ser conhecido como “Batista”. João era conhecedor do orgulho e arrogância do povo judeu. Eles acreditavam que, por serem um povo eleito e terem Abraão como pai, já tinham garantido o passaporte para o céu. João  desbancou esse conceito evidenciando a hipocrisia chamando-os de “raça de víboras” (Mt.3:7b).   De forma enérgica  exortava-os dizendo: “arrependei-vos porque o Reino dos Céus está próximo” (MT.3:2). 

Batismo em Cristo – Um Novo Nascimento

O batismo em Jesus Cristo representa, não só o arrependimento, mas um novo nascimento. Um  ato de unir-se a cristo pela sua morte e ressurreição.  Ao enviar seus discípulos para pregarem o Evangelho  Jesus ordenou-lhes que batizassem  em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, e explicou o porquê: “Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado “(Mc.16:16). A condenação não vem pela falta do batismo em si, mas pela não aceitação do Plano de Salvação. O batismo por si só não salva, mas denota a obediência  e o compromisso diante de todos de assumir uma nova condição de vida. “Estamos sepultados com Cristo pelo batismo na morte, para que como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, andemos nós, também em novidade de vida” (Rm 6:4).  Trata-se de um ato de consolidação de conversão.

Batismo  por Imersão

A tradução para a palavra batismo (do termo grego), significa "mergulho" [MOULTON, H. K. Léxico Grego Analítico. São Paulo: Cultura Cristã, 2007 pag. 70], por isso, o batismo representando o sepultamento do homem velho é feito por imersão total (mergulho). Embora haja outras formas, também usadas em outras denominações, como aspersão e efusão, que compreende um contato parcial com a água.  

O Batismo de Crianças

Há muitas controvérsias em torno do batismo em crianças por parte de algumas denominações evangélicas. No entanto, considerando a responsabilidade dos pais em educar e conduzir seus filho segundo os ensinamentos bíblicos (Pv.22:6), se faz necessário uma tomada de decisão. Logicamente, em se tratando de criança com idade que permita o entendimento acerca do Plano de Salvação e tenha plena convicção de que se enquadra na condição de pecadora e, sabendo que Jesus morreu por ela, desejando fazer a escolha pode fazê-la desde que tenha o consentimento do responsável, deve-se conduzir a situação com naturalidade.

Promessa Para Quem é Salvo

No Evangelho de João, Jesus afirma o direito a vida eterna a todo que nEle crer, e garante que a estes não seria mais imputada nenhuma condenação porque passariam da morte para a vida (Jo.10:28). Salvação significa livramento do pecado  restauração completa, pelo aperfeiçoamento através das santificação . Prometeu-nos uma nova habitação no céu e garantiu que  iria preparar um lugar para que estivéssemos juntinhos dEle. (Jo.14:1-3) 

Conclusão
Jesus não força a nossa decisão, ele apenas convida “eis que estou à porta e bato, se alguém ouvir e abrir a porta entrarei, e cearei com ele, e ele comigo” (Ap. 3:20). A decisão é pessoal e é livre. Mas não podemos nos omitir diante de uma questão tão séria. Se você morrer amanhã, você sabe dizer para onde vai? Não seria melhor já estar com o passaporte em mãos e com destino certo antes da grande viagem? Se depois de ler sobre o Plano de Salvação de Deus você ainda não estiver convencido (a), ore, peça a Deus o entendimento necessário, abra o seu coração e deixe Deus falar com você. Ele te ama e tem planos para a sua vida.  Amém!

Sonia Oliveira