segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

JABEZ - A Oração que Mudou uma História

"Jabez orou ao Deus de Israel dizendo:  
Se me abençoares muitíssimo e meus termos amplificares e a tua mão for comigo, e fizeres que do mal não seja aflito!” (1Crônicas 4.10)

         INTRODUÇÃO

A Bíblia fala que Jabez era um homem marcado pela dor e pelo sofrimento. O seu nome significa sofrimento. Sua mãe deu-lhe esse nome devido às complicações de parto que lhe impôs muitas dores. Jabez carregava consigo o estigma de um nome que impunha derrota em sua vida. Mas chegou um momento em sua vida que ele teve um encontro com a Palavra de Deus e a sua sorte foi mudada.

Ele, provavelmente deve ter meditado sobre os feitos do Senhor aos patriarcas como Abraão, também na vida dos profetas e uma esperança se acendeu em seu coração. Ele creu que somente esse Deus poderia mudar a sua história e sem titubear, com ousadia, invocou sobre si as bênçãos do Senhor.

A oração de Jabez é simples e objetiva, mas de um significado profundo. Ele fez quatro pedidos a Deus e foi prontamente atendido. O que havia de especial naquela oração que rasgou o Céu e tocou o coração de Deus? Vamos analisar juntos esse texto pra compreendermos melhor.

Quem era Jabez?
É interessante observarmos que esta história está inserida em um livro muito pouco lido na Bíblia, a não ser por estudiosos, por se tratar da genealogia do povo hebreu. Em meio a uma listagem de mais de 500 nomes, o autor se detém pra fazer menção a Jabez, um nome que figurava entre os da tribo de Judá, dizendo que ele era o mais ilustre entre os seus irmãos (v 9).

Poderia tratar-se de mais um nome entre tantos, mas Jabez conseguira notoriedade e destaque no meio em que vivia. Como a luz do sol resplandece manifestando a Glória de Deus a cada dia, também, os seus escolhidos se destacam porque é manifesto o poder de Deus em suas vidas. A Palavra do Senhor nos diz: “vós sois a luz do mundo” (Mt 5.14a). Esse brilho emana do Alto e nós, povo seu, apenas refletimos esse brilho como  a Lua, que não tem luz própria, mas que reflete a luz do Sol, assim, a presença de Deus em nossas vidas nos faz visíveis por todos, como um farol na escuridão.

O Estigma de um Nome

No período do Antigo Testamento, quando se escolhia um nome para um filho, esse nome tinha um significado que revelava as circunstâncias do nascimento ou da fé dos pais. Em muitas das situações, quando Deus escolhia alguém, como no caso de Abraão, Sara e Jacó ele mesmo mudava os seus nomes. Isso nos chamando a atenção pra que possamos perceber que o Senhor nos dá uma nova identidade, apagando em nós toda culpa, todo peso proveniente da nossa vida longe de sua presença. Hoje, isso não mais acontece, mas o Deus que operou na vida de tantos no período bíblico, é o mesmo que opera em nós nos dias atuais. E ele continua transformado vidas.

Em Cristo Jesus Somos Livres

Hoje em dia, muitas crenças exotéricas, estimulam as pessoas a mudar o nome afirmando que o sucesso ou fracasso de suas vidas estão ligados a eles. E muitos, por modismo ou ignorância acabam por acatar essas sugestões em suas vidas. São pessoas supersticiosas que vivem presas na ‘rede’ do engano.

Mas Jesus veio pra nos libertar de toda escravidão. A Bíblia nos ensina que: “se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Co 5.17,18). Significa que somos livres. Não há mais condenação sobre nós provenientes seja lá do que for. Não há necessidade de “quebrar maldição”, porque Cristo se fez maldição por nós na Cruz do Calvário, levando toda a nossa culpa (Gl 3.13). Conforme diz Paulo: “não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos” (Rm 8.15).

Temos a Marca da Promessa

 
a) Espiritual

Ao recebermos a Cristo somos aceito como filhos de Deus (Jo 1.12). Como filhos somos herdeiros de Deus, isso significa que temos a marca da promessa em nós, conforme Paulo diz aos efésios: “[...] tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa o qual é penhor da nossa herança” (Ef 1.13,14a). Temos o selo de propriedade exclusiva de Deus e a certeza da salvação. O Espírito Santo vai nos ajudar a manter a nossa mente e coração limpos até que chegue o grande dia em que nos encontraremos com o Senhor.

b) Material
Mas Deus conhece as nossas necessidades e sabe de tudo quanto necessitamos, por isso nos chama a atenção para não nos preocuparmos com coisa alguma (Mt 6.31,32), antes porém, nos adverte que, primeiramente devemos buscar o Reino dos Céus e toda a sua justiça e tudo o mais nos serão acrescentadas (Mt 6.33).

Sem Arrependimento não há Conversão
Muitas pessoas entregam-se a Jesus apenas da “boca pra fora”, não de fato. Continuam presos aos seus atavismos, às coisas do mundo porque não há arrependimento. Vão à Igreja como um ritual religioso, mas não se alegram na presença do Senhor porque não o conhecem. Jesus disse certa feita: “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim” (Mt 15.8). Por isso há tantos doentes e endemoniados dentro da própria Igreja.

As Fortalezas Erigidas
Há pessoas cuja fé não vislumbra a grandeza e o poder de Deus e, saindo da Igreja, voltam para as suas fortalezas que erigiram para se proteger contra si mesmas. São pessoas que vivem presas a traumas que as atormentam criando em si mesmas verdadeiras fortalezas que muitas das vezes impedem o agir do Espírito Santo. Dão um passo pra frente e voltam dois para trás. Não conseguem se liberar dos vícios, da prostituição, do orgulho, da vaidade. Desejam ser ajudadas, mas não ajudam a si mesmo. Vivem como que de muletas sempre pedindo oração para uns e para outros, sem, contudo buscarem, verdadeiramente, ter um relacionamento com Deus, expor suas feridas e deixar-se tratar pelo único que pode nos curar.

Aplicação: Talvez você tenha criado uma dessas fortalezas em sua vida pra se esconder do mundo, das pessoas, de Deus, porque cresceu ouvindo palavras de derrotas que acabaram destruindo a sua verdadeira identidade. As experiências negativas que você teve com algumas pessoas te machucaram a ponto de você não conseguir mais se relacionar com ninguém, nem mesmo com Deus. Foram tantas situações de sofrimento e derrota em sua vida que você já não tem esperança de que essa situação possa mudar, você se tornou pessimista em relação a tudo. Não tem fé o suficiente pra acreditar no milagre de Deus e por isso está à beira do caminho. Mas Jesus está passando por aqui e esta pode ser a tua chance de mudar a sua história.

Paulo nos diz que: " nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." Romanos 8:38-39.

Hoje, o Espírito Santo está ministrando a você uma palavra poderosa: “Conhecereis a Verdade e a Verdade vos Libertará”(Jo 8.32). A Verdade é a Palavra do Senhor. Jesus quer quebrar toda fortaleza que você, mesmo inconscientemente, erigiu ou permitiu que aprisionassem você. Ele quer te libertar.

Quando você tiver a convicção de Que Deus é com você porque Ele está em você, quando o teu coração tiver alinhado com o coração de Deus e teus caminhos aplainados, nada irá impedir você de ser abençoado.

A Oração de Jabez

Jabez também estava de certa forma, impedido de caminhar porque havia uma marca tão profunda de sofrimento em sua vida que só o Senhor poderia curá-lo, libertá-lo para que pudesse seguir em frente. Ele tinha tudo para ser um derrotado, um fracassado, depressivo. Mas ele tinha conhecimento de um Deus que tudo pode. Então, chegou o momento que ele se lançou na presença do Senhor e rasgou o seu coração.

A sua oração não foi apenas uma oração pessoal, mas foi uma oração espiritual onde reconheceu que precisava ser alcançado pela graça de Deus. Ele reconheceu que o mesmo Deus que fizera prodígios no meio de seu povo também poderia mudar a sua história. Ele teve ousadia e invocou sobre si as bênçãos de Deus.

Jabez, certamente colocou o seu coração no altar de Deus, não negou quem ele era, reconheceu a sua indigência espiritual e clamou o socorro divino. A Bíblia fala que a oração foi simples, mas chegou aos céus e tocou o coração de Deus. A Bíblia nos revela que Deus não despreza um coração quebrantado e contrito (Sl 51.17). Tão logo concluiu a sua oração e Deus lhe concedeu os pedidos. Da mesma forma, se clamarmos ao Senhor, seus ouvidos estão inclinados para nos ouvir e suas mãos estendidas para nos socorrer. “Clama a mim” (Jr. 33.3), diz o Senhor.


Quais as lições que podemos extrair da oração de Jabez?

1. Jabez pediu uma bênção sobre sua vida
“Se me abençoares muitíssimo...”
As partículas “se” e “tomara”, conforme aparecem em algumas traduções bíblicas, são condicionais, o que implica em uma situação de dependência. Jabez reconhecia a soberania de Deus e sabia que tudo dependeria da sua vontade. Ele compreendia que a mudança só ocorreria mediante a interferência sobrenatural de Deus. Ele não determinou o que queria, mas se submeteu à vontade de Deus.

Aplicação: Talvez o diabo já tenha dito a você: “Você não tem futuro, você é um derrotado, não adianta tentar, você é um amaldiçoado” Não acredite. A Bíblia diz que ele é o pai da mentira. Jesus diz: que o ladrão vem senão para roubar matar e destruir, mas completa dizendo também, “eu vim para que tenham vida e vida com abundância” (Jo 10.10). A sua benção Jesus já conquistou lá na Cruz do Calvário. Jesus, Ele nos deu: salvação, perdão, cura física, emocional, benção na família, no casamento, e vida eterna.

No Evangelho de Jesus segundo João diz: “Quem crê em mim ainda que esteja morto viverá”. A Bíblia relata mais de oito mil bênçãos para Seu povo. As bênçãos estão nas mãos de Deus e Ele não muda. Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Hoje existem muitas pessoas correndo atrás das bênçãos, mas a Bíblia diz as bênçãos do Senhor nos seguirão, basta sermos fiéis e cumpridores da sua Palavra.

2. Jabez pediu uma Bênçãos de prosperidade 

 “Se meus termos amplificares” (alargares as fronteiras)
Alargar fronteiras indica aumentar as possibilidades, ultrapassar os limites. Prosperar, crescer, não só espiritualmente, mas também, materialmente. Quando se fala em fronteiras logo pensamos em extensão de terra, o que na verdade, está correto. Podemos entender então que Jabez, ao fazer esse pedido tinha em mente aumentar as suas posses.

Não há nada de errado em desejarmos ter bens materiais. Lógico que não devemos priorizá-la porque sabemos que não somos deste mundo e que nada poderemos levar conosco daqui. No entanto, enquanto estivermos peregrinando por esse chão, podemos desejar ter os benefícios que o dinheiro pode nos dispensar, porque não?

Todos nós precisamos de dinheiro, de trabalho, de saúde, moradia e essas coisas, e isso não é deixar de ser espiritual. Isso faz parte da nossa humanidade e das nossas necessidades. Jabez sabia disso. Ele pensava, certamente, no sustento de seus filhos e na subsistência de sua casa. Com toda a certeza, também, como todo homem fiel a Deus, ele pensava no sustento do povo e da casa de Deus.

Alargar as fronteiras é pedir mais influência, mais notoriedade e até mesmo, mais responsabilidades para Deus. É não fugir dos obstáculos da vida, é pedir a Deus mais força para vencê-los. Jabez almejava ser bem sucedido em sua vida, em todos os sentidos. Isso é normal. Jabez tinha boa intenção, tanto que não usou de modo ilícito pra conseguir realizar seus projetos, antes porém, apresentou-os diante de Deus e pediu a sua aprovação.

3. Pediu que as Mãos do Senhor Estivesse sobre Ele

Mas, o que significa esse termo tão utilizado na Bíblia, “as mãos de Deus”? Trata-se de uma expressão que para se referir a presença de Deus (Js 4.24; 50.1, Ne 2.18; Sl 37.24), proteção, cuidado, direção. Diz a Palavra: “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo, vos exalte” (I Pe 5.6). Sujeitar-se é submeter-se, o que em outras palavras significa obediência. É reconhecer que quem está no comando é Ele, e quem dá as ordens é Ele. Se quisermos ser vencedores, temos que aprender a seguir as suas ordens. Ele conhecia as histórias de Deus e Seu povo e tinha grande fé de que quando Deus age ninguém pode detê-LO. “Riquezas e glória vêm de ti, tu dominas sobre tudo, na tua mão há força e poder; contigo está o engrandecer e a tudo dar força a tudo” (I Cr 29.12).

4. Jabez Pede Livramento do Mal 

 Se fizeres que do mal não seja aflito - (me preservares do mal).
Quando uma pessoa começa a se destacar, seja na vida material, seja no ministério, o inimigo se levanta pra derrubar, porque tudo o que ele deseja é ver o crente derrotado. Para cumprir seu intento ele usa pessoas “teleguiadas” para trazer tristeza, contendas, decepções, situações de perdas. Uma das piores armadilhas de satanás é utilizar-se das nossas próprias fraquezas para nos enfraquecer e nos destruir, por isso, temos que reconhecer que sem Deus nada somos e nada podemos. É sabido que o dinheiro e o poder têm corrompido muitos corações e desviado dos propósitos de Deus. Por isso, mesmo tendo tudo isso, devemos nos humilhar diante do Senhor, reconhecendo em nós a necessidade da intervenção diária do Espírito Santo a fim de não fraquejarmos e não sucumbirmos às tentações vis.
 

Conclusão
Deus concedeu tudo o que lhe havia pedido Jabez e ele é mencionado no texto como o mais ilustre dentre seus irmãos. O próprio Deus deu a dica para a eficácia de uma oração quando disse: “Se o meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar, se orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então Eu, ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra. Estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração que se fizer neste lugar” (II Cr 7.14) e Tiago também, diz que “Deus resiste aos soberbos e dá, porém, graça aos humildes” (Tg 4.6). 

Veja aqui alguns dos Estudos disponíveis no Arquivo do blog:
  1. Samuel - Resposta ao chamado de Deus
  2. Juizes - Período Teocrático 
  3. Sansão - Exemplo de Imaturidade 
  4. Gideão - Um Homem Revestido de Poder 
  5. Abimeleque - Ambição Sem Limites 
  6. José do Egito 
  7. Josué e Calebe - Enfrentando o Gigante do Medo 
  8. Josué - A Derrota de Ai 
  9. Palavra de Deus - Uma Mensagem Transformadora 
  10. Evangelizar é Preciso! 
  11. A Vontade Soberana de Deus 
  12. O Espírito Santo a Terceira Pessoa da Trindade 
  13. Páscoa Cristã 
  14. Dons Espirituais 
  15. Missões com Excelência - A boa semente
  16. É Tempo de Despertar 
  17. Epístola aos Filipenses