sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Noé - Um pacto de aliança com a família

Para que nos suceda o  bem, obedeçamos ao Senhor” (Jeremias 42:6)

Sejam todos bem-vindos a mais um espaço onde a prioridade é o estudo da Palavra do Senhor. Ler a Bíblia é muito importante, não só porque você aprende as histórias bíblicas, mas porque você aprende com elas o quanto Deus é tremendo, o quanto Ele nos ama e o quanto tem cuidado de nós. A Palavra do Senhor traduz o pensamento do seu autor e por isso ela é poderosa em seus efeitos. Quer ter intimidade com Deus? Conheça-o melhor, abra a sua Bíblia, não importa se você é criança ou adulto, Deus tem algo a te dizer, basta que o teu coraçãozinho esteja receptivo a mensagem que Ele tem pra você, amém!                 (Profª. Sônia.)

Reflexão sobre o tema

Aliança de DEUS para com as famílias
É tremendo observar o contexto dessas histórias e trazê-las para perto de nós, sabendo que o mesmo Deus que conduziu o homem desde a sua criação é o mesmo que cuida de mim, de você, de todos nós. E a cada um, em particular. No meio da multidão, Deus está atento as batidas do nosso coração. 
Ele nos individualiza, como se fossemos únicos para Ele. Na história lida, diz a Palavra, que Deus achou graça em Noé ( Gn. 6:8-9). Isso se referindo a ele como alguém que o adorava, que seguia os seus mandamentos. Deus deu um grande livramento a Noé e à sua família porque ele era obediente à Sua Palavra. 
Deus cuida daqueles que o buscam, jamais desiste de quem o ama e o adora (Isaías 54: 10). A aliança que o Senhor quer hoje com as famílias é um pacto de fidelidade, de obediência e retidão. Se nós caminharmos na Sua presença, mesmo que haja tempestades em nossas vidas, podemos ter a certeza de que estaremos seguros, porque Ele é conosco.
  
DEUS de promessa
O sonho de Deus para a família teve início com Adão e Eva, mas foi interrompido pela desobediência. As conseqüências como vimos foram desastrosas. Famílias desestruturadas, corrompidas, marcadas por tragédias de toda sorte. Porém, com Noé, Deus vê a possibilidade de dar certo. Deus prometeu a Noé a oportunidade de uma nova vida, longe da corrupção do mundo. 
Essa promessa se estendeu a toda a sua família. Mas foi preciso mobilizar Noé a construir uma arca, ou seja, Noé precisou de uma tomada de decisão, precisou fazer a parte dele, precisou de muita confiança em Deus, porque teve que abandonar a estabilidade de uma vida, casa, propriedades, enfim. 
Teve gastos para prosseguir com a construção da arca. Precisou unir a família nesse propósito. Enfrentou, certamente o escárnio do povo. Precisou se esforçar, colocar em prática a sua inteligência e dedicação para ter certeza de que tudo estava conforme as determinações do Senhor e a arca fosse segura o bastante para agüentar o dilúvio Muitas vezes, mediante uma promessa, nós cruzamos os braços e ficamos só aguardando as bênçãos. Qual o esforço que estamos desprendendo para fazer a vontade do Senhor acontecer em nossas vidas? 
Será que o nosso barco está estruturado de forma a agüentar as grandes tormentas? Quais ações que estamos mobilizando para que o plano de Deus se cumpra em nossas vidas?

                                                       
Plano de Aula                     
Data: 21/01/2012
Tema: Noé – um pacto de aliança com a família
Textos Bíblicos: Gênesis 2:3:4:7:8 e 9
Versículo Bíblico: “ Para que nos suceda o  bem, obedeçamos ao Senhor” ( Jeremias 42:6).

Objetivos:   Que o evangelizando compreenda: o valor de uma família para Deus; A importância de viver na obediência ao Senhor;  que o plano de salvação abrange toda a família, mas a decisão de seguir Jesus é pessoal;  que os filhos devem honrar e respeitar seus pais, conforme é a vontade de Deus.

Procedimentos(Encaminhamento da aula)

Roda da Leitura
Organizar um círculo ou semi-círculo para facilitar a interação do evangelizando  com a leitura. Antes de iniciar o tema do dia, questionar sobre o que foi ensinado anteriormente, registrar as dúvidas e em seguida, elucidá-las. Posteriormente, concluir as atividades propostas no roteiro de estudo (questionário). Em seguida, cantar com eles a música de Eyshila, Casa de Benção. Após esse primeiro momento, iniciar a  narrativa do  texto de Noé.

Contação da História

Revisão da Aula Anterior (resumo)

Deus criou o mundo e tudo o que nele há. Quando tudo estava pronto, ficou feliz, achou que estava bom. Criou o homem e a mulher e achou muito bom e abençoou a sua criaçao. Deus tinha um plano, formar uma família muito bonita e feliz. Mas, o pecado entrou no mundo pela desobediência à Deus. As conseqüências foram muito ruins, primeiramente, deu-se o distanciamento do casal para com o seu criador. Foram para longe de Deus. Tiveram uma vida de muitas dificuldades. Desse casamento, nasceu inicialmente, Caim e Abel e posteriormente Sete, dentre outros que vieram mais tarde. A família seguiu a sua trajetória,  procurando ensinar a seus filhos o labor que garantia o seu sustento e transmitindo alguns ensinamentos que haviam aprendido. Caim tornou-se agricultor e Abel, pastor. Ambos tinham atitudes muito diferentes um do outro. Caim era invejoso, tinha atitudes que não agradavam ao Senhor. Abel, por outro lado, tinha o coração bondoso e Deus se alegrava nele. Desde crianças, seus pais os ensinavam a levar ofertas ao altar do Senhor. Quando já eram adultos, certa vez, diz a Palavra, que cada um levou daquilo que produziam, a melhor parte para ofertar ao Senhor.  Deus aceitou com agrado a oferta de Abel, mas recusou a de Caim. Caim ficou furioso. Então, Deus lhe disse que se ele mudasse de atitude, se praticasse boas obras, aceitaria suas ofertas. Deus não se atenta senão para o nosso coração. As nossas intenções, a maneira como o nosso coração está na Sua presença é o que conta, verdadeiramente. 
Caim, certamente não estava querendo agradar a Deus e sim competir com seu irmão. E a Palavra nos ensina “amarás, pois, o senhor teu Deus, de todo o teu coração e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento”(Dt. 6:5), acima de todas as coisas. O sacrifício mais agradável ao Senhor é o louvor (Sl. 1-2; Ex. 1-18)que brota do coração daqueles que o amam em espírito e em verdade. A história desses dois irmãos não tem um final feliz. Caim,  motivado pela inveja, pelo ciúme, matou o seu irmão. Caim, assim como se deu com seus pais, foi para longe da presença do Senhor. 
Teve a oportunidade de se redimir, de modificar o seu estado de espírito, mas preferiu uma outra caminhada. A sua descendência produziu homens que assim como ele, tinham a maldade muito latente em seus corações. O pecado começou a se expandir de tal forma, que já não havia mais como reverter a situação. Deus estava triste com isso (Gn. 6:5-6). Mas, no meio desse povo, havia um homem chamado   Noé (Gn. 6: 8), o qual Deus achou graça. Ele e sua família adoravam ao Senhor.
.

A história de Noé

Deus estava muito triste porque a humanidade havia se corrompido. O pecado se tornou uma epidemia que se alastrava por todas as cidades de uma forma assustadora, levando homens e mulheres a um estilo de vida degradante (Gn. 6: 5 e 7). Em meio a isso tudo, Deus que a tudo estava atento, não ignorou o coração bondoso de um homem chamado Noé (Gn. 6:8),  e de sua família. Certo dia, Deus falou com Noé e disse que teria que destruir aquelas cidades (Gn. 6:17) porque não havia mais o que fazer. Orientou-o a construir uma enorme arca  onde deveria levar, além de sua família, um casal de cada espécie de animais (Gn. 6:14-16). E assim sucedeu, conforme havia dito o Senhor, aconteceu o grande dia anunciado. Um grande dilúvio se abateu sobre a face da terra. Durou quarenta dias e quarenta noites (Gn. 7: 12). Noé havia sido orientado a levar mantimentos para o tempo que foi determinado. 
Quando finalmente passou a grande chuva, Deus diz a  Noé  para sair da arca e  se estabelecer com  sua família naquele lugar (Gn. 8:15-19). Deus os  abençoou e ordenou que tivessem muitos filhos para encher a terra. (Gn. 9: 1).  Em agradecimento, Noé  construiu um altar para o Senhor (Gn. 8:20). Deus fez uma aliança com Noé, de que nunca mais mandaria um dilúvio sobre a face da terra e  colocou no céu um grande arco, em forma de anel, que nós conhecemos como arco-íris, para que esse pacto fosse sempre lembrado (Gn. 9:11-15).

Recursos -  Vídeo, computador, Bíblia, xerox, roteiro de pesquisa, gravuras para colorir, lápis de cor e música.

Avaliação
Acompanhar  e registrar o nível de aprendizagem a fim de retomar, se necessário alguns pontos.  Verificar o nível de participação, envolvimento  e desenvolvimento das atividades. Ao final, suscitar questionamentos em torno do tema trabalhado e analisar as respostas, intervindo se necessário para esclarecer melhor.

Roteiro de Pesquisa
Noé:  Pacto de aliança com a família
01)  O que foi que constatou o Senhor que o deixou muito triste? (Gn. 6:5)
02)   Qual foi a reação do Senhor mediante ao que Ele viu? (Gn. 6:7)
03)   Por que o Senhor se agradou de Noé?
04)   O que o Senhor mandou Noé construir? (Gn. 6:14)
05)   Quem iria com Noé nessa longa viagem? (Gn. 6:18-19)
06)   Quanto tempo durou a viagem de Noé? (Gn. 7:12)
07)   Quais os animais que Noé soltou para saber se a terra já estava seca? (Gn. 8:8)
08)   O que fez Noé em agradecimento ao Senhor pela viagem? (Gn. 8:20)
09)   Qual foi o pacto que o Senhor estabeleceu com Noé?  (Gn. 9:11)
10)   Qual é o sinal do pacto, segundo a Palavra?  (Gn. 9: 13) 



 

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Caim e Abel - O propósito e Deus para a Família

Bem vindos ao Estudo da Bíblia Sagrada
"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; 
Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela" (Salmo 127:1)

 REFLEXÃO SOBRE O TEMA
 
Pode-se perceber, a partir dessa narrativa algumas situações quemerecem um pouco da nossa atenção. Primeiro: o pecado de Adão e Eva os levou ao distanciamento de Deus. Como consequência tiveram problemas no seio de sua família. Segundo: o homicídio cometido por Caim, filhos do casal, foi resultado de um sentimento mau, a inveja, que nasceu no coração desprovido da presença de Deus. Terceiro: tem inicio a tragédia das famílias a partir do ato homicida de Caim e o seu afastamento de Deus.  Assim, podemos perceber quantas coisas ruins podem acontecer quando estamos distantes de Deus. O pecado, como vimos é a raiz de todo o mal que assola as famílias e trazem tantas desestruturações, como separação, mentira, inveja, ciúmes, brigas e até morte. Também percebemos que o sacrifício que agrada a Deus é o esforço humano de dar o melhor de si para Deus. Muito mais que ofertas materiais, o que Deus espera de nós é um coração puro e verdadeiro, que dá o melhor de si mesmo para agradar a Deus.

PLANO DE AULA

TEMA:
CAIM E ABEL - O Propósito de Deus para a Família
VERSÍCULOS BÍBLICOS:
Gênesis 1:28; Gênesis 2:24; Gênesis 4:1-16 e 25; Gênesis 9:1;Mateus 19-6;  Romanos 7:1-3; 1 Timóteo 5:14;

VERSÍCULO PARA DECORAR

 "Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; Se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela" (Salmo 127:1)

OBJETIVOS

Conhecer o propósito de Deus para a família a partir da Sua Palavra a Bíblia Sagrada; Perceber a importância de viver os mandamentos de Deus dentro da família exercitando o “amai-vos uns aos outros”, Saber qual é o sacrifício agradável ao Senhor a partir da ilustração de Caim e Abel.

RESUMO DO TEMA:

Como surgiram as famílias

A família começa com o casamento. Quando Deus criou Adão e Eva, ele revelou seu plano básico para o casamento: "Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne" ( Gn 2:24). Este plano é claro. Um homem ligado a uma mulher. Milhares de anos mais tarde, Jesus afirmou que este ainda é o plano de Deus. Ele citou este versículo e acrescentou: "Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem" (Mateus 19:6). Este casamento é uma relação para toda a vida. Somente a morte deve cortar este laço (Romanos 7:1-3).

Filhos – herança de Deus
Uma vez constituído o casamento, Deus sela a aliança para com a família abençoando-os com filhos que são herança do Senhor. Segundo consta nas escrituras, Deus ordenou a Adão e Eva e aos filhos de Noé que tivessem filhos (Gênesis 1:28 e 9:1). Ainda que nem todas as pessoas tenham que se casar, e que nem todas terão filhos, é ainda o plano básico de Deus que os filhos nasçam dentro de famílias, completas com pai e mãe (1 Timóteo 5:14).

Benefícios de uma família constituída em base cristã
Quando as famílias se formam segundo a vontade de Deus, são mais estruturadas e felizes e favorecem a promoção humana e espiritual dos seus membros contribuindo à renovação de toda a sociedade e de si mesma.

Plano de Deus para as famíliasSomente com a ajuda da graça de Deus, vivendo segundo a Sua Palavra, vivenciando Seus ensinamentos, o projeto de Deus se concretizará no seio das famílias. 
A verdadeira razão da desestruturação nas famílias
Por intermédio de Adão e Eva o pecado entrou no mundo. Agiram em desobediência a vontade de Deus. Como conseqüência, tiveram sérios problemas com seus filhos os quais nós bem sabemos. Trata-se do primeiro homicídio ocorrido na humanidade. Assim como foi outrora, também hoje, no seio das famílias podemos verificar acontecimentos trágicos que têm destruído a paz nos lares. Todas essas situações ocorrem porque vivemos ainda escravos do pecado. Por essa razão Jesus veio ao mundo, para nos libertar das garras do inimigo, nos oferecer uma chance de vivermos segundo a vontade de Deus e assim, sermos felizes.

PROCEDIMENTOS - (Encaminhamento da aula)
RODA DA LEITURA

Organizar um círculo ou semi-círculo para facilitar a interação do evangelizando com a leitura. Iniciar a narrativa sempre retomando alguns aspectos das aulas anteriores para situar os alunos que não estiveram presentes nos outros encontros. Suscitar questionamentos a fim de levá-los a refletir sobre determinados aspectos referente ao tema. Num segundo momento, passar um vídeo previamente selecionado sobre o assunto e em seguida, aplicar as atividades de fixação: desenhos e roteiro de pesquisa para facilitar o estudo e facilitar o manuseio e aumentar a familiaridade com a bíblia.


CONTAÇÃO DA HISTÓRIA: CAIM E ABEL - O PRIMEIRO HOMICÍDIO
Vamos relembrar um pouco sobre a história de Adão e Eva. Vocês se recordam quem foi que deu o nome a Eva? Lembram o significado de seu nome? Significa “vida”. Sabem por quê? Porque Eva seria a mãe de toda a humanidade. A partir de sua semente, nasceríamos todos nós e da descendência de Sete o seu terceiro filho, nasceria o Salvador do mundo, Jesus Cristo.
Logo depois que Adão e Eva foram expulsos do Jardim do Éden, tiveram dois filhos, um se chamava Caim e outro Abel. Caim foi crescendo e se interessando em cuidar da terra, ele se tornou um agricultor. Abel gostava muito de cuidar de ovelhas, ele se tornou pastor. E assim se passaram algum tempo. Certo dia, Caim juntou os melhores frutos que ele plantou e ofereceu a Deus. Abel pegou os primeiros filhotes do seu rebanho e também ofereceu a Deus. Deus se agradou da oferta de Abel, mas não aceitou a de Caim,.
Ora, por qual razão isso se deu? Teria Deus sido injusto com Caim? Não, absolutamente, é que Deus conhece os nossos corações e sabe das nossas verdadeiras intenções, mesmo quando tem as aparências de boas ações. Caim não amava verdadeiramente a Deus porque suas obras, diz a Bíblia, eram más. 
Não se pode amar a Deus e fazer o que não é agradável a Ele. Abel, no entanto, era bom e justo. Deus se agradava dele. Deus após rejeitar a oferta de Caim, disse-lhe, que se ele se arrependesse de seus erros e se corrigisse, certamente, Ele aceitaria sua oferta. Porém, Caim não se arrependeu e seu coração encheu-se de raiva e inveja de seu irmão. Esse sentimento ruim o levou a matar o seu irmão. Que coisa triste, não! 
A Bíblia diz que devemos amar a Deus sobre todas as coisas e aos nossos semelhantes como a nós mesmos. Se assim o fosse, não haveria tanta coisa ruim acontecendo no mundo, vocês não acham? Deus ficou muito triste com o que aconteceu e expulsou Caim do lugar onde ele vivia. Caim saiu da presença do Senhor e a sua descendência foi, como dizer, os cabeças da civilização humana até hoje, desviada de Deus. Após algum tempo, Eva teve outro filho de nome Sete, e da família de Sete, nasceu Jesus.


LEITURA DA BÍBLIA

CAPÍTULO 4 – O Nascimento de Caim e  Abel
 V1 – E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu, e teve a Caim (significa aquisição), e disse: Alcancei do Senhor um varão.
V2 – E teve mais a seu irmão Abel (significa vaidade ou remissão); e Abel foi pastor de ovelhas e Caim foi lavrador da terra.
V3 – E aconteceu, ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor.
V4 – E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas e da sua gordura: e atentou o Senhor para Abel e  sua oferta.
V5 – Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e decaiu-lhe o semblante.
V6 – E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que decaiu o teu semblante?
V7 – Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás.

O Primeiro Homicídio 

V8 – E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel e o matou.
V9 – E disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão?
V10 – E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão  clama a mim desde a terra.
V11 – E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão
V12 -  Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e errante serás na terra.
V13 -  Então, disse Caim ao Senhor: É maior a minha maldade que a que possa sr perdoada.
V14 -  Eis que hoje me lanças da face da terra , e da tua face me esconderei; e serei  fugitivo e errante na terra, e será que todo aquele que me achar me matará.
V15 – O Senhor, porém disse-lhe: Portanto, qualquer que matar a Caim, sete vezes será castigado (vingado).  E pôs o Senhor um sinal em Caim, para que não o ferisse qualquer que o achasse.
V16 – E saiu Caim de diante da face do Senhor e habitou na terra de Node, da banda do oriente do Éden.  

ROTEIRO DE PESQUISA
CAIM E ABEL: O PROPÓSITO DE DEUS PARA AS FAMÍLIAS

01) Consta em Gênesis no capítulo 3:24, que o homem, na pessoa de Adão e Eva fora lançado fora. Isso significa que eles haviam perdido a comunhão com Deus e foram viver uma vida independentes, com muito sofrimento. Tiveram dois filhos inicialmente, quais eram os seus nomes? (Gn. 4:1-2):
02) Qual era a profissão de Abel? (Gn.4:2) e de seu irmão?
03) Quais as ofertas de Caim a Deus? (Gn. 4:3)
04) Quais foram as ofertas de Abel à Deus? (Gn 4:4)
05) Segundo a Palavra, qual foi a reação de Deus mediante essas ofertas: (a) De Abel: (b) De Caim:
06) Mediante a reação de Deus, qual foi a atitude imediata de Caim? (Gn.4:5)
07) Ao perceber a reação de Caim, o que disse Deus a ele?
08) Em Gn 4:7 Deus estipula uma condição para que a oferta de Caim seja aceita. Qual é essa condição?
09) A inveja, o ciúme, levou Caim a matar a seu irmão. Onde eles estavam por ocasião desse homicídio? (Gn. 4:8)
10) Ao perceber o que havia acontecido Deus ficou muito triste e informou-lhe das conseqüências de seu ato. Cite quais foram as palavras do Senhor nesse sentido? (Gn. 4:11-12)
11) Quando Deus uniu Adão e Eva, constituiu a primeira união entre um casal cujo propósito seria a formação de uma família. A seriedade desse relacionamento é porque o Senhor ama muito as famílias e tem planos bem definidos a esse respeito. Veja o que diz a Palavra do Senhor sobre o casamento em:
a) Mateus 19:6 - b) Segundo Romanos 7:1-3, qual a única condição aceita para uma segunda união?
12) O que disse Deus a Adão e Eva em Gn. 1-28?
13) O que disse Deus a disse Deus a Noé em Gn. 9:1?
14) Por qual motivo Paulo, o apóstolo em 1ºTimóteo 5:14, orienta as moças que se casem primeiro e tenham filhos depois?
15) O Senhor tem planos de felicidade para todas as famílias. Pelo que você já estudou, o que impede que esse plano se realize?
16) Quais são os benefícios de ter uma família estruturada conforme a vontade do Senhor, pautada em princípios cristãos?
17) Como você percebeu, atitudes de desobediência a Deus, como no caso de Adão e Eva, geram conseqüências desagradáveis para toda a família porque dá legalidade ao inimigo de atuar. Cite algumas dessas conseqüências negativas no contexto atual:
18) Qual deve ser a nossa disposição intima quando realizamos alguma coisa para o Senhor de forma que isso Lhe seja agradável?  



sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Roteiro de Estudo - "Plano de Salvação"

Queridos(as): Feliz 2012
Boas férias a todos que estão em viagem ou em descanso escolar.
Nós estaremos aqui aos sábados sempre as 8 hs dando continuidade ao estudo da Bíblia Sagrada para aqueles que não viajarem  Ok.
Bjs a todos e fiquem com Deus.
Prof. Sônia.

Bem vindos ao Estudo da Bíblia
Roteiro de Estudo: O Plano de Salvação
Estudar a palavra de Deus com amor e carinho.
Juntos na presença do senhor.

Prof. Sônia e suas alunas
obrigado Senhor


Roteiro de Estudo -  aula de 07/01/2012

Estudo da Bíblia Sagrada


O plano de salvação

Responda as questões propostas sobre o tema:

1) Em Gênesis 3:3 o que Deus disse que aconteceria caso Adão e Eva comessem do fruto da árvore do bem e mal?
2) Qual a consequência do pecado segundo Romanos 3:23?
3) Segundo Romanos 6:23, qual o salário do pecado?
4) O que diz em Isaías 59:2, a respeito de como o pecado interfere no relacionamento do homem com Deus?
5) O pecado interrompeu os planos de Deus para com humanidade e nos fez reféns do inimigo. Porém, Deus nos deus uma prova tremenda do seu amor para nos resgatar. Que prova foi essa? (João 3:16)
6) Somos todos criaturas de Deus, porém, só seremos considerados filhos mediante uma condição. Que condição é essa? (João 1:12)
7) Além de sermos salvos, qual a outra certeza que nós temos se tomarmos a decisão de aceitarmos a Jesus como nosso Salvador?  (Atos 2:38)
8) Em Romanos 10:10 fala que devemos confessar para sermos salvos. De que tipo de confissão está se referindo?
9) Para confirmar a nossa decisão de seguir a Cristo o que devemos fazer?  (Atos 2:38)
10) De que tipo de nascimento o texto se refere?





Veja aqui alguns dos Estudos disponíveis no Arquivo do blog:
  1. Samuel - Resposta ao chamado de Deus
  2. Juizes - Período Teocrático 
  3. Sansão - Exemplo de Imaturidade 
  4. Gideão - Um Homem Revestido de Poder 
  5. Abimeleque - Ambição Sem Limites 
  6. José do Egito 
  7. Josué e Calebe - Enfrentando o Gigante do Medo 
  8. Josué - A Derrota de Ai 
  9. Palavra de Deus - Uma Mensagem Transformadora 
  10. Evangelizar é Preciso! 
  11. A Vontade Soberana de Deus 
  12. O Espírito Santo a Terceira Pessoa da Trindade 
  13. Páscoa Cristã 
  14. Dons Espirituais 
  15. Missões com Excelência - A boa semente